Etiquetas

4 de novembro de 2017

SINTRA, QUINTA DA REGALEIRA, HISTÓRIA, SIMBOLOS E MITOS


SINTRA
SINTRA, local de amores e encantos, belezas incontornáveis, grande fonte de inspiração de artistas que legaram um vasto património literário.
PALÁCIO DA QUINTA DA REGALEIRA, SINTRA
Sintra recheada de encantos históricos envolvidos por uma beleza mágica, entre castelos e palácios, é dos poucos locais que por muito que se visite, fica sempre algo por descobrir e a vontade de voltar!
SINTRA, BELEZAS E MAGIA
Hoje fica o registo de um dos encantos desta “joia” portuguesa, que a tornam única!
QUINTA DA REGALEIRA, SINTRA

Quinta da Regaleira

Caminhos Fonte Real ou del Rei, Sintra
Estacionado o carro, iniciámos o passeio com um bom exercício 😊 seguindo pela estrada ingreme entre a Quinta da Penha Verde e a Quinta da Fonte dos Cedros.

Fonte Real ou del Rei Quinta da Regaleiria
Perto do Palácio de Seteais aproveitamos para descansar e apreciar os encantos da Fonte Real ou del Rei. A Fonte Real de formato em semi-círculo é delimitada por um muro da antiga tapada da Quinta da Penha Verde, fonte com duas bicas em forma de jarro, mas desta vez somente uma bica vertia água.
PALÁCIO DA QUINTA DA REGALEIRA, SINTRAChegados à Quinta da Regaleira a nossa opção foi fazer a visita livre.

Quinta da Regaleira, SintraDe plano guia na mão fomos à descoberta dos exuberantes cantos e recantos mágicos que envolvem o Palácio da Quinta da Regaleira com todo o seu romantismo eminente!
Jardins Quinta da Regaleira, Sintra
Jardins Quinta da Regaleira, Sintra
Jardins Quinta da Regaleira, Sintra
Jardins Quinta da Regaleira, Sintra
Túneis, Palácio Quinta da Regaleira, Sintra
A sensação de magia da Quinta da Regaleira envolve-se em todos os jardins labirínticos num espaço sofisticado, entramos nos seus túneis sem saber muito bem o que vamos encontrar, aqui e ali vamos nos deparando com símbolos religiosos secretos, jardins ocultos e outros objetos misteriosos.

Patamar dos Deuses, Quinta da Regaleira, Sintra
Patamar dos Deuses, Quinta da Regaleira, Sintra
Caminhando pelo Patamar dos Deuses vamos desvendando a mitologia clássica que inspirou Carvalho Monteiro para os jardins da Regaleira, ao longo do Patamar dos Deuses vamos nos inspirando com as nove estátuas dos deuses greco-romanos, que representam as divindades clássicas: Fortuna, Orfeu, Vênus, Flora, Ceres, Pan, Dionísio, Vulcano e Hermes  
Patamar dos Deuses, Quinta da Regaleira, Sintra
Patamar dos Deuses, Quinta da Regaleira, Sintra
Mais à frente no Patamar dos Deuses deparamo-nos com um leão que tem como principal intenção representar a monarquia, especialmente o Rei.
Fonte da Abundância, Quinta da Regaleira, SintraContinuando o nosso percurso, chegamos à Fonte da Abundância. No espaço da Fonte da Abundância encontra-se um banco de nos permite observar o seu formato em semi-círculo, com um trono e um altar, este espaço tem um significado místico, algo de sagrado, indo mais ao detalhe, reparamos que as pessoas no banco têm todas o mesmo grau de relevo, exceção para a figura sentada no trono, como todos os espaços da Quinta da Regaleira, a Fonte da Abundância é mais um entre muitos que nos leva ao imaginário de contos e lendas de Sintra.
Portal dos Guardiães, Quinta da Regaleira, Sintra
Portal dos Guardiães, Quinta da Regaleira, Sintra
Portal dos Guardiães, Quinta da Regaleira, Sintra
Carvalho Monteiro, criou o seu teatro no Portal dos Guardiães, o Portal dos Guardiões podemos comparar a um terraço.
Poço iniciático, Quinta da Regaleira, SintraO Portal dos Guardiões tem um túnel que chega a meio do poço iniciático guardado por dois tritões. 
Terraço dos Mundos Celestes, Quinta da Regaleira, Sintra
Terraço, Quinta da Regaleira, SintraNo Terraço das Quimeras ou Bancos do jardim observamos o simbolismo esotérico bem patente na ornamentação dos bancos, vejamos o pormenor dos galgos e a taça do Santo Graal.
Simbolos, Bancos, Quinta da Regaleira, Sintra
Simbolos, Bancos, Quinta da Regaleira, Sintra
Simbolos, Bancos, Quinta da Regaleira, Sintra
Simbolos, Bancos, Quinta da Regaleira, SintraContinuando a nossa viagem repleta de imaginação, criada no meio da natureza, estamos na concha acústica do Terraço dos Mundos Celestes onde se fundem o Céu e a Terra numa realidade sensível, que nos permite propagar pelo infinito.
Simbolos, Gruta da Leda, Quinta da Regaleira, Sintra
Gruta da Leda tem a forma ogival, com a figura de uma mulher com uma pomba na mão, como companhia tem um cisne, observando bem temos a sensação que o cisne está a morder a mulher. Se transportarmos esta figura para o imaginário podemos pensar no canto do cisne com a transmissão do conhecimento da “língua dos pássaros”, a pomba a imagem da Imaculada Conceição com uma alusão ao nascimento de Cristo.
Capela da Santíssima Trindade, Quinta da Regaleira, Sintra
Capela da Santíssima Trindade em estilo gótico e manuelino.
Capela da Santíssima Trindade, Quinta da Regaleira, Sintra
Capela da Santíssima Trindade, Quinta da Regaleira, Sintra
Na fachada estão representados o Santo António e a Santa Teresa d’Ávila, ao cimo da porta de entrada está representado o Mistério da Anunciação.
Capela da Santíssima Trindade, Quinta da Regaleira, Sintra
Capela da Santíssima Trindade, Quinta da Regaleira, Sintra 
Capela da Santíssima Trindade, Quinta da Regaleira, Sintra
Capela da Santíssima Trindade, Quinta da Regaleira, Sintra
O interior da Capela da Santíssima Trindade, embora simples torna-se grandiosa pelo simbolismo, podemos ver no altar-mor Jesus depois de ressuscitar a coroar Maria, Santa Teresa e Santo António repetem-se, em painéis de mosaico, também observamos um vitral com a representação do milagre de Nossa Senhora da Nazaré a D. Fuas Roupinho.
Capela da Santíssima Trindade, Quinta da Regaleira, Sintra
O Globo Celeste e a Cruz da Ordem de Cristo, rodeados de pentagramas estão inscritas no chão em azulejos.

Capela da Santíssima Trindade, Quinta da Regaleira, Sintra
Torre da Regaleira, Quinta da Regaleira, Sintra
O Castelo dos Mouros e o Palácio da Pena visíveis no horizonte.
Mais à frente temos a fabulosa Torre da Regaleira, continuamos num mundo surreal, com vistas fabulosas, o Castelo dos Mouros e o Palácio da Pena visíveis no horizonte, no topo da Torre da Regaleira, temos a ilusão que nos encontramos no eixo do mundo.
Palácio Quinta da Regaleira, SintraToda a arquitetura predominante dos estilos neomanuelino e renascentista da Quinta da Regaleira estão bem patentes no Palácio, Capela e demais construções.
Palácio Quinta da Regaleira, Sintra
Dr. António Augusto Carvalho Monteiro, adquiriu e ampliou todo o romantismo que pertenceu à Viscondessa da Regaleira, entre 1848 e 1920. Detentor de uma fortuna prodigiosa, que lhe valeu a alcunha de Monteiro dos Milhões, associou ao seu singular projeto de arquitetura e paisagem o génio criativo do arquiteto e cenógrafo italiano Luigi Manini (1848-1936).
Interior Palácio Quinta da Regaleira, Sintra
Interior Palácio Quinta da Regaleira, Sintra
Interior Palácio Quinta da Regaleira, Sintra
Interior Palácio Quinta da Regaleira, Sintra
Interior Palácio Quinta da Regaleira, Sintra
Interior Palácio Quinta da Regaleira, Sintra
Interior Palácio Quinta da Regaleira, Sintra
Palácio Quinta da Regaleira, Sintra
Carvalho Monteiro, homem de espírito científico, vastíssima cultura e rara sensibilidade, bibliófilo notável, colecionador criterioso e grande filantropo, deixou impresso neste livro de pedra a visão de uma cosmologia, síntese de memória espiritual da humanidade, cujas raízes mergulham na Tradição Mítica Lusa e Universal.

Quinta da Regaleira, Sintra
Grutas e Labirintos
Visitar a Quinta da Regaleira é viver magia, simbolismos, esoterismo, testar os nossos limites e conhecimentos.
Quinta da Regaleira, Sintra

Entre sonhos e realidades, assim termina mais um dia repleto de maravilhas e encantos nesta Sintra misteriosa!